Após fazer uma viagem de carrinha pela Europa, decidi valorizar o que tinha no meu país e visitar o lindo arquipélago dos Açores. Comecei com São Miguel e foi aqui que passei a primeira semana de fevereiro.

Porquê visitar os Açores durante o inverno? Porque este arquipélago é lindo o ano inteiro, com mínimas de 15 graus durante esta estação e porque prefiro explorar com menos turistas à mistura. E ainda bem que o fiz, foi provavelmente uma das melhores decisões que já tomei.

Havia menos turistas do que o normal e consegui ver tudo o que tinha em mente, como a famosa Lagoa do Fogo que gosta de se esconder atrás do nevoeiro. Sim, São Miguel é tudo o que vês nas fotos e muito mais. Não vale a pena estar aqui a dar-te dicas sobre o que fazer, porque blogues excelentes como o do Vagamundos já o fazem muito bem. Aliás, eu segui as dicas todas.

Vou, por outro lado, dar a minha opinião sobre alguns erros que vi outras pessoas cometer enquanto exploravam esta ilha.

 

1. Não apoiar os restaurantes locais

Num mundo de KFC’s, McDonald’s e Airbnb é fácil optar pelo conveniente e comer sempre em casa ou um hambúrguer aparentemente mais barato (nem por isso). No entanto, a comida regional é tão, tão mas tão boa, que não podes deixar de ir a restaurantes como a Tasca.

Esta ilha tem comida portuguesa com certeza, mas com um toque completamente diferente e especial. Esta explosão de sabores junto com a hospitalidade de todos os empregados açorianos, foi a cereja no topo do bolo da minha viagem a São Miguel.

 

 

 

2. Chegar a um sítio lindo, tirar uma foto e nem olhar para a paisagem

São Miguel é muito instagramável, é um facto, mas vocês foram mesmo de férias para tirar fotos para o Instagram ou para conhecer um novo local e espairecer? No início da minha viagem, reparei que estava a fazer quase o mesmo. Chegava a um miradouro e agarrava logo no telemóvel para tirar uma foto em vez de olhar primeiro para o que estava à minha frente.

Vi muita gente a chegar a um sítio, estacionar, tirar a foto e vamos que se faz tarde! Na próxima viagem que forem, por favor resistam à tentação de tirar apenas uma foto e nem apreciar a beleza do que vos rodeia.

 

3. Visitar apenas os miradouros e não deambular pelas freguesias

Quando procuramos o que visitar em São Miguel, vemos muitos miradouros, termas e natureza no geral e sim é obrigatório passarmos por alguns destes pontos. Contudo, alguns dos meus dias preferidos passaram-se a perder-me por terrinhas pitorescas, como a Maia ou a Caloura, e a ouvir os sotaques dos habitantes.

São Miguel tem tudo: mar, lagoas, restaurantes maravilhosos, gente com bom coração e cidades com ruas encantadoras. Se forem com tempo (aconselho a irem pelo menos 7 dias) incluam um pouco disto tudo na vossa viagem e não se foquem apenas nos pontos turísticos. Vamos ser básicos? Açores, não é um adeus, é um até já (mas é mesmo)! 

 

Caloura

 

 

0 Comments

LEAVE A COMMENT

Your email address will not be published. Required fields are marked *